Concerto para Violino, estreia no CCB, Fevereiro de 2016

Compositor, Músico, Ensaísta, Investigador do CES, Professor na ESML

Concerto para Violino, estreia no CCB, Fevereiro de 2016

29 de Julho 2017

Concerto para Violino, estreia no CCB, Fevereiro de 2016, crítica de Pedro Boléo no Público, 9-2-2016

Concerto para Violino e 9º Sinfonia de Beethoven, Crítica de Pedro Boléo: A estreia e milionésima vez

"Uma estreia tem sempre aquele sabor de "pela primeira vez"? Nem sempre. O novo Concerto para Violino de António Pinho Vargas parecia uma obra estreada há muitos anos e já plenamente integrada no reportório de violinistas e orquestras. Talvez esta sensação venha da forma como a violinista Tamila Kharambura pegou na obra, numa ligação profunda com ela, como se a conhecesse desde sempre. Talvez venha também de um diálogo consciente com a história da música que esta obra suscita, não por citação ou referência directa, mas como se citasse gestos que o violino e a orquestra incorporaram. 

O que é especial no concerto de Pinho Vargas é que esse diálogo não estabelece uma relação objectivista (nem "burocrática") com a história, mas ganha uma dimensão íntima.Este Concerto para violino é dedicado ao violinista arménio Gareguin Aroutiounian, falecido em 2014. Uma dedicatória a um amigo músico e professor, um cúmplice da aventura musical e do ensino. Em jeito melancólico (como podia ser doutra forma?), mas sem choradinhos, a obra parte em busca de traços da presença desse amigo. Ele está no violino, mas está também num carácter melódico (vindo de leste?) e nalguns elementos orquestrais como o peso das cordas, ou os elementos de percussão. E esteve sobretudo nas mãos da violinista, Tamila Kharambura, que brilhou com uma sobriedade imensa, se é que isso é possível.Kharambura foi aluna de Gareguin Aroutiounian, "sua discípula predileta nos últimos anos", como se podia ler no programa. Ela participou na revisão da parte solista desta obra, trabalhando com o compositor. 

E foi aí que este concerto em quatro andamentos, de desenho aparentemente convencional, partiu para outra dimensão. No primeiro andamento o violino ainda estava dentro da orquestra, como se o som não saísse ainda completamente para fora. Mas depois, a pouco e pouco, com Tamila Kharambura, o concerto viajou para uma beleza, aí sim, inaudita. Nas partes solistas paira uma emoção suspensa, com surpreendentes inserções, como uma referência a Bach lá no meio, como se a aluna lembrasse aquela partita daquela aula de violino. E o Lamento Largo final, onde a dimensão de homenagem fica clara: lamento enorme, mas catarse contida.

Outras Criticas sobre


Concertos

2017

Concerto para Violino, estreia no CCB, Fevereiro de 2016

Concerto para Violino, estreia no CCB, Fevereiro de 2016, crítica de Pedro Boléo no Público, 9-2-2016

2016

Viola de Arco e Trompete nas Ruínas do Carmo - estreia do Concerto para Viola

Estreia de Concerto para Viola e Orquestra Cristina Fernandes dia 17-9-2016 Público
2016

Viola de Arco e Trompete nas Ruínas do Carmo - estreia do Concerto para Viola

Estreia de Concerto para Viola e Orquestra Cristina Fernandes dia 17-9-2016 Público
2016

Journal Percussive Notes (USA)

Crítica ao CD "Step by Step Drumming GP plays António Pinho Vargas" JACC Records, no Journal Percussive Notes (USA)
2014

REQUIEM & JUDAS

Crítica de Maria Augusta Gonçalves no JL 15-29 Outubro, 2014. 

2014

SIX PORTRAITS OF PAIN

O intervalo mais pequeno, crítica de Pedro Boléo, Público  16-9-2013 Em Six Portraits of Pain, de Pinho Vargas, respira uma ética interrogativa que foi captada com a respiração certa e a intensidade justa pelas mãos
2009

A força da música em melodias carregadas de emoção.

Nuno Catarino, Público, P2, 4-11-2009
2008

António Pinho Vargas a solo, Alberto Mourão

Alberto Mourão, Jazz.pt, #20
2008

António Pinho Vargas no Porto - A música contra a barbárie (1984)

Manuel Carvalho, in Público
2008

III Festival Jazz Europeu no Porto terminou – A noite de Pinho Vargas António Curvelo, in Público

2008

In "Le Soir", Bruxelles

2008

 A comunidade do jazz  (Crítica ao III Festival de Jazz Europeu no Porto)

Raul Vaz Bernardo, in Expresso/Cartaz
2008

Convincente esibizione di António Pinho Vargas e José Nogueira

Franco Fayenz in "Giornale"
© 2013 António Pinho Vargas. Reservados todos os direitos. All rights reserved.
Desenvolvido por Luis_Pinto @ Cowork, Design Carlos Pinto