Realizado por João Botelho
Adaptação de João Botelho do romance “Hard Times, For These Times”, da autoria de Charles Dickens.
Estreou comercialmente nos cinemas Amoreiras e Quarteto, em 30 de Setembro de 1988.
Foi o filme que consagrou João Botelho internacionalmente.

“(…) Este filme tem uma construção quase geométrica, feita de uma permanente referenciação ao cinema primitivo (a sombra de Griffith, em especial) e da assunção de um artificialismo estilizado. “Tempos Difíceis” não esconde, antes reivindica com lhaneza, a condição de objecto estético, propondo-se, muito evidentemente, à nossa admiração. Não a regatemos, lembrando que o cinema português não tem muitas vezes os assomos cenográficos que este filme revela, que a fotografia a preto e branco de Elso Roque é espantosa, que o elenco é de uma notável homogeneidade.”Jorge Leitão de Ramos,
in Dicionário do Cinema Português ed. Caminho.

Prémios e Festivais:

Prémio Europeu na Mostra de Cinema de Veneza, em 1988
Prémios do IPC-Instituto Português de Cinema à
Melhor Interpretação Feminina – Eunice Muñoz, Melhor Fotografia – Elso Roque,
Melhor Música Original – António Pinho Vargas,
Melhor Som – Joaquim Pinto, em 1988